terça-feira, fevereiro 10, 2015

Importante na elaboração do Projeto Político Pedagógico


 A elaboração ou reestruturação do P.P.P. indica necessariamente à comunidade escolar pensar sobre qual a função social da escola para a comunidade que ela atende.
Pressupõe refletir sobre a concepção de homem, sociedade, escola, educação, cultura, trabalho, tecnologia, cidadania, conhecimento, ensino e aprendizagem, avaliação;
O Projeto Político Pedagógico  pressupõe:
Compreensão crítica da realidade histórico-social;
Compromisso ético-político com a transformação da realidade social;
Participação efetiva de todos os sujeitos da prática educativa;
Autonomia na escola enquanto exercício de democratização;
Valorização dos profissionais da educação em termos de formação continuada;
Construção coletiva da concepção de currículo, gestão democrática e de formação continuada.
Compromisso do poder público (Estado) na oferta e manutenção da educação pública de qualidade;

O PPP é um referencial teórico da escola e constitui-se de três Marcos:

Marco Situacional
Análise da realidade – diagnóstico da escola e suas especificidades.
Descreve e situa a escola no atual contexto da realidade brasileira, do estado e do município. Explicita e analisa criticamente problemas e necessidades da escola em relação ao ensino e aprendizagem, organização do tempo e espaço, relações de trabalho na escola, índices de evasão e reprovação, organização da hora-atividade e organização da prática pedagógica.Identifica, explicita e analisa os problemas, necessidades e avanços presentes na realidade social, política, econômica, cultural, educacional e suas influências nas práticas educativas da escola.
Sugere-se que seja realizada uma avaliação institucional na qual cada profissional e demais integrantes da comunidade escolar avaliam seu próprio desempenho e o desempenho dos demais profissionais com objetivo de: conhecer a realidade, compreender criticamente as causas dos problemas, resistências, insegurança, conflitos, contradições, excesso de atividades burocráticas que permeiam a escola e seu papel social, aprendizagem, organização tempo e espaço, equipamentos, relações de trabalho, participação dos pais, critérios para distribuição de turmas, organização da hora atividade, entre outros.

Marco Conceitual
Expressa a opção e os fundamentos teórico-metodológicos da escola.
Nesse momento os profissionais da escola, buscam em autores, obras, publicações, subsídios que orientem através de fundamentação teórica  as novas ideias, planos e propostas de atividades, projetos, entre outros.
O Marco Conceitual explicita objetivamente e estabelece relações entre os fundamentos teóricos sobre:
- Concepção de sociedade, homem, educação, conhecimento, escola, ensino-aprendizagem, avaliação;
-Critérios de organização interna da escola;
-Princípios da gestão democrática: acesso, permanência, capacitação continuada de educadores e qualidade do ensino-aprendizagem;
-O currículo da escola pública; -dinâmica do currículo;
-Reflexão sobre o trabalho pedagógico -configurar a matriz teórica.
-Trabalho coletivo;
-Prática transformadora; -o que a escola pretendo do ponto de vista político pedagógico.
Direcionamento dos instrumentos de gestão democrática. Explicita fundamentos teóricos relativos aos saberes, conhecimento científico, cultural,social, ensino e aprendizagem, avaliação, entre outros. Enfim busca maneiras diferenciadas para que as Intervenções na prática pedagógica (conteúdos – professor- educando- ensino e aprendizagem – avaliação metodológica da organização do trabalho pedagógico) possam se realizar de maneira produtiva.

Marco Operacional
Organiza o trabalho pedagógico e a prática docente a partir do Currículo enquanto núcleo do P.P.P. Expressa mudanças a serem alcançadas, linhas de ação, reorganização do trabalho pedagógico escolar na perspectiva administrativa, pedagógica e financeira e político-educacional. redimensionamento do trabalho e compromisso dos membros da gestão colegiada. Refere-se a especificação das novas ações.
Define linhas de ação e a reorganização do trabalho pedagógico escolar na perspectiva pedagógica administrativa, financeira e político-social. Sinaliza um Redimensionamento da gestão democrática (instâncias colegiadas). Apresenta aprofundamento sobre a importância e valorização de ações relativas à formação continuada dos profissionais da escola. Em relação ao trabalho em sala de aula busca forma de pensar nas especificidades curriculares, recuperação de conteúdos, avaliação institucional, prática docente e qualificação dos equipamentos pedagógicos.
Assim, o Marco Operacional deve apresentar:
-          redimensionamento da organização do trabalho pedagógico;
-          tipo de gestão;
-          papel específico de cada segmento da comunidade escolar.
-          relação entre aspectos pedagógicos e administrativos.
-          o papel das instâncias colegiadas.
-          recursos que a escola dispõe para realizar seu projeto;
-          critérios para elaboração do calendário escolar, horários letivos e não letivos;
-          critérios para organização e utilização dos espaços educativos;
-          critérios para organização de turmas e distribuição por professor em razão de especificidades;
-          diretrizes para a avaliação de desempenho do pessoal docente e não docente; do currículo, das         atividades extra – curriculares e do projeto político – pedagógico;
-          intenção de acompanhamento aos egressos;
-          práticas avaliativas.